CALL FOR PAPERS | NOSTALGIA | PUNKTO 3





NOSTALGIA
aprés andrei tarkovsky





HAVE WE LOST SOMETHING?
MEMORY, HISTORY AND FREEDOM


_____


CALL FOR PAPERS | CALL FOR PROJECTS


Contributions on the issue: NOSTALGIA
We look for inter-disciplinary and un-disciplined contributions 
able to offer a original and nostalgic scope over this subject

Deadline 15th April

______


O QUE PERDEMOS?
MEMÓRIA, HISTÓRIA E LIBERDADE



CONTRIBUIÇÕES | PROJECTOS

Contribuições para o número: Nostalgia
Procuram-se contribuições inter-disciplinares e in-disciplinadas
capazes de oferecer uma visão original e nostálgica sobre este tema

Prazo 15 de Abril

________


 COORDINATES | COORDENADAS


Opening with Andrei Tarkovsky's movie, Punkto 3 seeks to understand nostalgia,
in the core of a discussion on memory, history and freedom.


1. Nostalgia as a form of melancholia and as psychic condition pointed towards an object impossible to possess: memory, past, time.

2. Nostalgia as principle of an absence, of something that is irreparably lost and impossible to recover.

3. Nostalgia as a construction of an idyllic (individual or collective) time but yet impossible to return.

4. Nostalgia as the long and secret desire of "returning home": "Il dollore della casa" - from the greek "nóstos" (returning home) and "álgos" (pain, ache, sadness). 

5. Nostalgia as the incessant becoming of the past, as a deep imersion (of the individual or of the community) in the historical time.

6. As in Tarkovsky, the present (or the contemporary) is a ruin inhabitated and surrounded by the past. And in the reflection of the present are always the shadows of the past: of what we have made, of what we have lost. Is freedom just an illusion?

7. And on this endless circuit at what stake are art and architecture? 

___________

1. Partindo do filme de Andrei Tarkovsky, o punkto 3 procura compreender o sentido da palavra Nostalgia no centro de uma discussão sobre memória, história e liberdade.

2. Nostalgia como principio de uma ausência, de algo que se perdeu irreparavelmente e que é agora impossível de recuperar: a memória, o passado, o tempo.

3. Nostalgia como construção de um tempo idílico (individual ou colectivo) mas ao qual será sempre impossível voltar.

4. Nostalgia como o secreto desejo de "regressar a casa": "Il dollore della casa" - do grego "nóstos" (voltar a casa) e "álgos" (dor, tristeza).

5. Nostalgia como o devir incessante do passado, como imersão profunda (do individuo ou da comunidade) no tempo histórico.

6. Como em Tarkovsky, o presente (ou o contemporâneo) é uma ruína habitada e rodeada pelo passado, e no reflexo do presente estão sempre as sombras do passado: daquilo que fizemos, daquilo que perdemos. É a liberdade apenas uma ilusão?

7. E neste circuito eterno onde se situam a arte e a arquitectura?



 What is the past? what is memory? what is history? What is freedom?

O que é o passado? O que é a história? O que é a liberdade?




video


__________


DEADLINE: 15th APRIL

Essays should not be bigger then 1500 words.
Languages english or portuguese

Artigos não deverão ter mais de 1500 palavras
Língua: Inglês ou Português

___________


Please note that PUNKTO is a free project,  each issue has a limited number of pages, the articles will be subject of selection, but publication will be always available in the website!

More info: revistapunkto@gmail.com